Cuide bem do seu carro: injeção eletrônica

Todos os carros, hoje em dia, utilizam o sistema de injeção eletrônica. Trata-se de um conjunto complexo que, quando apresenta defeitos, exige equipamentos especiais para localizar a falha, já que as causas podem ser múltiplas.

A função da injeção eletrônica é a mesma do carburador, ou seja, misturar ar e combustível para alimentar o motor. Essa mistura será pulverizada através do coletor de admissão na câmara de combustão. Tudo é controlado eletronicamente por um microprocessador, com o auxílio de vários sensores espalhados pelo motor.

A função do módulo central, ou micro-processador, é fazer com que o carro apresente o máximo de potência, menor consumo  de combustível e mínima emissão de poluentes. Esse módulo faz muito mais além de liberar a mistura nas doses corretas.

Devemos cuidar com atenção dessa parte tão sensível do nosso automóvel, e uma das mais caras, usando combustível de boa qualidade. Em outro artigo aconselhei o uso de gasolina aditivada, que contém detergentes que ajudam a manter limpo o sistema de alimentação, bicos injetores, etc. Exagerado que sou, uso gasolina Pódium, da Petrobrás, que contem muito menos enxofre que as demais gasolinas e a octanagem é maior. Além disso, passa por um controle de qualidade que torna mais difícil a sua adulteração.

Cuidado ao lavar o motor. O melhor é não lavar. A água pode infiltrar nos terminais dos sensores e dar problemas de contato elétrico, confundindo o comando da injeção.

Na hora da partida, jamais pise no acelerador. Se o motor não pegar desligue a chave de contato e aguarde cerca de 30 segundos. Dê a partida novamente. Geralmente funciona com esse “reset”.

5.230 views

2 comentários para “Cuide bem do seu carro: injeção eletrônica

  1. Boa tarde. Tenho um escort zetec 1.8 16v. Bom de uns dias pra cá, ele na gasolina tem trabalhado na alta, percebi que os pininhos do sensor de fluxo de ar estão esquentando muito, chega a queimar o dedo ao encostar. Já troquei o atuador de marcha lenta, o sensor, e nada deu jeito. O modulo pode estar queimado?

    Resposta

  2. Boa tarde. Tenho um escort zetec 1.8 16v. Bom, de uns dias pra cá, ele na gasolina tem trabalhado na alta, percebi que os pininhos do sensor de fluxo de ar estão esquentando muito, chega a queimar o dedo ao encostar. Já troquei o atuador de marcha lenta, o sensor, e nada deu jeito. O modulo pode estar queimado?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>